Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2012

AFINAL O MAL ERA DAS GALINHAS

   Afinal os mercados tinham razão. Aliás os mercados têm sempre razão. Mas como guardiã dos supremos interesses de todos nós, que lhes pagamos os chorudos ordenados, as mordomias e a boa vida que levam os senhores da Comissão Europeia não descansaram enquanto não descobriram as causas da maldição que  aqueles haviam lançado sobre a economia da Zona Euro e finalmente encontraram as razões, criando de imediato o indispensável antídoto. O problema estava nos direitos das galinhas que não se encontravam devidamente acautelados, pelo que "nos termos da directiva europeia sobre o assunto, que entrou em vigor  recentemente, só poderão ser utilizadas gaiolas que prevejam, para cada galinha, pelo menos 750 cm² de superfície da gaiola, além de um ninho, uma cama, poleiros e dispositivos adequados para desgastar as garras, que permitam aos galináceos satisfazer as suas necessidades biológicas e comportamentais"

   A CGTP, os Pilotos da Tap e os Sindicatos dos Transportes não fariam nada de melhor.

   Agora, com as galinhas acomodadas como deve ser, vai com toda a certeza sair de imediato outra directiva destinada a punir todas as galinhas do campo, retrógradas, que não aceitem dormir nos galinheiros renovados, preferindo os campos, copas de pequenas árvores ou arbustos para as suas movimentações, postura de ovos e choco dos mesmos. Serão perseguidas sem apelo nem agravo, e para combater o absentismo aos ditos galinheiros, perderão o direito ao subsídio de doença de que venham a padecer, e os dias de ausência dos mesmos não serão contados para efeito de reforma, além de serem como é obvio descontados nas férias.

   Por sua vez os galos que não façam cumprir a directiva e não ponham as suas galinhas na devida ordem vão directamente para o tacho,(não, não são os tachos dos políticos, isso é outra coisa que não vem aqui e agora ao caso) podendo escolher se querem ser imolados em arroz de cabidela, fricassé ou guisados com cogumelos.

   E assim estamos todos, a caminho do suicídio colectivo. Mas pelo menos alegres.

   Valha-nos isso.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 448

Estado de Alma: Engalinhado
Livro: Roteiros Gastronómicos
publicado por Lanzas às 14:47

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags