Terça-feira, 20 de Abril de 2010

RYDER CUP 2018

UMA TACADA NO BOM SENSO

 

 

   Muito se tem falado sobre a escolha  feita pela Comissão de Candidatura de Portugal, presidida pelo ex-Ministro da Economia Manuel Pinho, da Herdade da Comporta para liderar a candidatura de Portugal para acolher a "Ryder Cup 2018".

 

   Qualquer que fosse a decisão haveria sempre quem estivesse de acordo, os vencedores, e quem estivesse contra, os que não foram escolhidos. Neste caso concreto enquanto  a Comissão de Turismo do Algarve vem carpir as suas mágoas, o Núcleo de Desenvolvimento do Turismo Litoral do Alentejo bate palmas e leva a sua alegria ao ponto de afirmar " O Alentejo também têm direito à vida". Claro que tem.

 

   Não parece que o facto do Algarve poder ser considerado um dos melhores destinos de golfe do mundo  (o melhor  em 2000 e 2006),  com campos desenhados pelos melhores arquitectos, e com qualidade para receber qualquer prova de top, da European Tour ou até da PGA, pudesse, por si só, ser determinante para a escolha. Também alegar que as infra-estruturas existentes são mais do que suficientes para albergar todos os visitantes não parece que seja um argumento decisivo.

 

   É admissível que partindo do zero, com as especificações precisas, se possa criar o melhor campo de Golf, de quantos existam. Os hotéis podem ter as ultimas mordomias. A paisagem é fabulosa. A localização e as vias de comunicação óptimas. O facto de estar situada relativamente perto do futuro Aeroporto de Lisboa também terá de ser tido em conta. Pode em última analise ser a melhor escolha.

 

  Acreditamos no sucesso do empreendimento, e que caso fosse escolhida a Herdade da Comporta cumpriria todos os prazos que lhe fossem impostos e todas as condições indispensaveis ao sucesso da prova.

 

  Então porque sentimos um amargo de boca com esta decisão?

 

  Pelo facto da  Herdade da Comporta ser um projecto  do GRUPO BES, com a classificação de PIN que vem do tempo do ex-Ministro Manuel Pinho que, por sua vez, preside à comissão de candidatura à Ryder Cup 2018, que por sua vez era quadro superior do GRUPO BES antes de ser Ministro.

 

  Como diria um comediante da nossa praça "Não era necessário".

 

  Porque quem não quer ser lobo (nem diabo, lembra-se?) não lhe veste a pele.

Estado de Alma: murcho
Livro: A cada um a sua verdade
tags:
publicado por Lanzas às 09:41

link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De RicardoS a 20 de Abril de 2010 às 17:14
A prova vem dar algum dinamismo ao sector do desporto e ao turismo. A Herdade da Comporta é uma excelente candidata portuguesa para acolher a "Ryder Cup 2018". Não só pela localização, como também pela aposta que pode vir a realizar-se.

É como se diz "O Alentejo também têm direito à vida". Ah pois, claro que tem!

Comentar post

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags