Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

ESTAMOS DE VOLTA

Estivemos em estado de hibernação durante algum tempo, a meditar na vida e nos acontecimentos vividos no mundo, e a olhar o que se passava à nossa volta, aqui mais perto de nós, em Portugal.

Chegamos a ponderar deixar de manter uma participação com alguma regularidade na Blogosfera. Porque somos uma voz isolada, e porque o facto de escrevermos sob pseudónimo, leva aqueles a quem fazemos alguma crítica, ou os círculos que lhes estão próximos, a desvalorizarem o que se escreve, não por aquilo que se escreve, mas por quem o diz não ser imediatamente reconhecido. Mas apenas porque não querem, dado que as possibilidades da Internet nesse domínio são infinitas. As saudades que eu tenho do Repórter X.

Porém os acontecimentos de ontem levam-me a voltar ao "activo".

As medidas anunciadas por um Primeiro Ministro supostamente compungido podem ser as indispensáveis no momento actual. Se calhar outras ainda mais graves se perfilarão num horizonte próximo. Mas foi este Primeiro Ministro e este Ministro das Finanças que levaram o País para a situação actual. De verdadeira ruína.

Lembram-se das Finanças "saudáveis e controladas" de 2009, que permitiram um aumento de 2,9% da Função Pública e o desagravamento de 1% do IVA em ano de eleições ?

Lembram-se das críticas ferozes às Receitas Extraordinárias que faziam parte do Orçamento de Estado do Governo a que sucederam, e que o vosso comparsa Vítor Constâncio apadrinhou? Então o Fundo de Pensões da PT o que é? Uma dádiva do Céu?

E o cheque de 200 € por criança nascida prometido triunfalmente em plena campanha eleitoral? Foi pura e simplesmente um embuste. Agora, eleitos, até o Abono de Família eliminam.

E os contratos milionários das Parcerias Público-Privadas assinados nas vésperas dos PEC's, para "compor" os Balanços dos Bancos e de algumas Empresas amigas da Industria da Construção Civil?  Um atentado à inteligência de quem os sustenta. Nós os contribuintes.

Senhor Primeiro Ministro, parafraseando as suas palavras:

Está para nascer um Primeiro Ministro que tão mal tenha governado este País.

Mas o Senhor ainda tem uma porta de saída. É pela esquerda baixa, mas é uma saída:

 

                                DEMITA - SE

 

Estado de Alma: com os ditos no ar
Livro: A Hora do Vampiro
publicado por Lanzas às 09:24

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags