Quarta-feira, 30 de Novembro de 2011

O INCÊNDIO DO FUTEBOL

   Já passaram alguns dias sobre os lamentáveis acontecimentos verificados no antes, durante e depois de um jogo de futebol, que não deveria ter sido nada mais do que isso. Um jogo de futebol.

   A história é demais conhecida e nela ninguém está isenta de culpas, antes pelo contrário, todos têm nela sérias responsabilidades no sucedido.

   Como é sabido, o futebol já foi um desporto, sendo que agora é uma industria onde se movimentam, em todo o mundo, exorbitantes volumes de dinheiro, a maioria do qual de origem (muito) duvidosa, sendo que depois em muitos situações se perde novamente o rasto desse mesmo dinheiro.

   Mas regressando ao sucedido, temos:

 1 - A falta de previsão e a passividade da Entidade que deveria superintender no futebol, que autoriza, ou não se opõe, à instalação de uma estrutura, necessariamente polémica, no decorrer da época, e com destinatário concreto.

 2 - O Clube que instalou a estrutura, ainda que se procure resguardar na legalidade. Nem tudo o que é legal é razoável, e este era um desses casos, pois sabia que com essa atitude estava ostensiva e deliberadamente a provocar o adversário. A que acresce o facto de não ter sabido prever as consequências que adviriam do seu comportamento, e que neste pode razoavelmente admitir-se que foram muito superiores aquelas que se dizia querer obstar.

 3 - O outro Clube que não foi capaz de criar as condições objectivas para um comportamento normal por parte dos seus simpatizantes, antes acirrou os animos, afim de poder protestar contra o que considerava inadequado, sem que pudesse ser acusado de ter incitado à violência. As palavras proferidas pelos seus dirigentes antes do jogo, e a falta de comparência do seu Presidente a esse jogo foram de uma total falta de bom senso. E a história da "baixa" por doença é história mal contada a fazer lembrar os atestados médicos dos polícias.

   E não pode deixar de se lamentar ver um antigo internacional português ali metido o que não foi  com certeza um incentivo à não violência

   Tudo podia ficar por aqui, mais indemnização menos indemnização, não fora o caso de com os comportamentos assumidos, os principais dirigentes dos maiores clubes portugueses, estarem a colaborar no aumento da violência das suas claques organizadas, o que na conjuntura que o País atravessa é de extrema gravidade.

   Ao abrigo do óbvio direito de exteriorização de uma simpatia clubística, organizam-se forças, experimentam-se técnicas, estreitam-se relações que podem vir a ser utilizadas, mal, com graves consequências.

   Ninguém está no Futebol por amor à arte. Mas cuidado com as fogueiras, porque estas podem alastrar e depois pode não haver bombeiros que cheguem para apagar o fogo.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 426

Estado de Alma: Bombeiro
Livro: A Liga da Chave Dourada
publicado por Lanzas às 19:07

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Novembro de 2011

SUBSÍDIOS PARA QUE VOS QUERO

   Ficamos agora a saber que o corte de subsídios dos funcionários públicos e pensionistas vai atingir menos pessoas, pois ficam de fora os salários até 600 euros em vez dos 485 previstos na proposta de Orçamento, e quanto ao corte total de subsídios, o montante a partir do qual é aplicado passa de 1000 para 1100 euros por mês.

   Á partida trata-se  de uma boa notícia. E é certamente uma boa notícia para quem é beneficiado com a mesma. Pena é que não tenham sido mais elevados os plafonds a partir dos quais se dão os cortes parciais e totais.

   Mas analisado exclusivamente á luz da política, é  uma má noticia, pois trata-se de uma medida demagógica que merece ser condenada. E porquê? 

   Porque não se brinca com as dificuldades de quem sobrevive com 500 Euros mensais, sejam reformados ou trabalhadores no activo. Não deve ser acrescentada angustia, a quem já vive mais do que angustiado, se não é necessário impor aquilo que de forma veemente se faz crer que não tem alternativa.

   E agora vêem-nos dizer que afinal não era preciso ir tão longe, o que coloca de imediato duas questões: Não se poderá realmente subir ainda um pouco mais a fasquia a partir da qual se perde subsídio? E quanto? e em caso negativo: Porque não?

   Será que a oposição tem razão e o orçamento esconde almofadas para serem mais tarde utilizadas ao sabor das conveniências políticas do momento?

   Temos a opinião de que o Primeiro Ministro Pedro Passos Coelho, ao contrário de outros, é uma pessoa séria, mas fica muito mal nesta fotografia, desnecessariamente. Temos a opinião de que Vítor Gaspar é um Ministro das Finanças competente, aliás tal como o anterior Ministro das Finanças, cujo pecadilho maior foi ter pactuado tempo de mais com uma política demagógica que fazia da promessa a moeda de troca para se manterem no poder.

   No entanto neste caso concreto Vítor Gaspar esteve francamente mal, e das duas uma: Ou errou nas contas e afinal não é tão competente quanto isso, ou cedeu à demagogia para calar a voz dos que se opuseram à medida inicial e perde a credibilidade, que no seu lugar e neste momento concreto tanto necessita, para impor um política de austeridade e de rigor como há muito nenhum de nós tinha sentido.

   Não ganhou nada com isso. Não satisfez obviamente as oposições, e deixa no ar a ideia de que com mais umas greves vai "ao sítio".

   Que é como quem diz, cede na baixa política para se manter no poder.

   Já estive mais convencido de que com este Governo conseguíamos ultrapassar as nossas dificuldades.

   Mas começo a ter sérias dúvidas, e Deus queira que eu esteja errado.

   Para bem de todos nós.

 

 

 {#emotions_dlg.chat}Post 425

Estado de Alma: Subsidiado
Livro: Crítica da Razão Pura
publicado por Lanzas às 16:07

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Novembro de 2011

OS NÚMEROS DA GREVE

 
 
{#emotions_dlg.chat}Post 424
Estado de Alma: Aderido e mal pago
Livro: A Jornada do Heroi
publicado por Lanzas às 09:47

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

ADERÊNCIA TOTAL

 

 
{#emotions_dlg.chat}Post 423
Estado de Alma: Caprichoso
Livro: Capricho 43
publicado por Lanzas às 09:07

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 17 de Novembro de 2011

E SE DUARTE LIMA ESTIVER INOCENTE?

   Declaração de Interesses: Não conheço Duarte Lima nem tenho, nem nunca tive, com ele quaisquer contactos directos ou indirectos.

   Posto isto, volto a colocar a mesma pergunta. E se Duarte Lima estiver inocente?

   Perante o que tem vindo a publico na imprensa diária e televisiva, até eu que não sou juiz lhe decretava pena de prisão.

   Os indícios, as motivações, os desenvolvimentos, tudo aponta no mesmo sentido.

   Aparentemente a única coisa "anormal" no conjunto imenso de notícias, condenatórias, vindas a publico é o facto de a autópsia de Rosalina Ribeiro  não ser determinante em relação "á hora da provável morte" e segundo o Presidente do INML, em declarações ao jornal Expresso publicadas no último sábado, a mesma ser "um mau trabalho; cujo sumário não tem qualidade, demonstra profundas insuficiências e não cumpre as normas mínimas internacionais", o que convenhamos não abona nada em favor da acusação, e deixa instalar na apreciação do caso a dúvida metódica.

   No mesmo jornal vem igualmente publicada  uma "pérola" da investigação do Ministério Público Brasileiro. Perante a incapacidade de determinar a hora da morte (22 horas locais segundo a polícia) através da autopsia  resolve o problema com o testemunho da D.Rosemary, respeitavel habitante de Saquarema, que garante ter ouvido, quase há dois anos, disparos a essa hora e no percurso do carro alugado por Duarte Lima; declaração essa "providencial" para contrapor á "amnésia" do perito do Instituto de Criminalística do Rio de Janeiro, responsável pela perícia ao cadáver de Rosalina Ribeiro, que não se recorda dos pormenores mais relevantes do caso com uma justificação liminar: "Já passou muito tempo desde o crime de Saquarema. Não tem como lembrar de tudo".

   Como é sabido quem não tem cão caça com gato, neste caso gata. Não há perito? Não há problema, há a D. Rosemary. Que ouviu na hora certa, no local exacto a sequência correcta do sucedido. Eventualmente desta forma: silêncio ... silêncio ... pum ... silêncio ... silêncio ... pum ... silêncio ... silêncio !

   Não resta assim a mais pequena duvida do que aconteceu naquela terra onde Deus quis que morasse D.Rosemary.

   Claro que a conduta assumida no desenvolvimento das averiguações por Duarte Lima não se configuram, aos olhos do observador desapaixonado, como a de quem não tem nenhumas culpas no cartório. Eventualmente terá. E que a falta de explicações convincentes para determinados factos ajuda a fazer acreditar que sim.  

   Pode sempre alegar que o local próprio para dar explicações não são os media, mas para se defender de uma condenação publica não existem alternativas. Ou estará para sempre condenado.

   Mas fica a pergunta: E se estiver inocente?

 

  Nota:  Este Post foi escrito antes de ter tido hoje conhecimento da detenção de Duarte Lima no ambito de negócios com o Banco Português de Negócios.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 422

Estado de Alma: Culpado ou Inocente
Livro: A Arte de Viajar
publicado por Lanzas às 10:37

link do post | comentar | favorito

GREVES PARA QUE VOS QUERO?

   A Sindicalista Ana Avoila no exercício do seu direito de expressar publicamente as suas opiniões, afirmou recentemente que "os trabalhadores estão muito indignados e, na verdade, não têm nada a perder", apelando dessa forma à concentração na manifestação verificada no sábado passado, a qual funcionou como treino para a Greve Nacional a realizar no próximo dia 24.

   No uso do direito a expressar publicamente as minhas opiniões, e do uso do contraditório, sou dos que perfilham a opinião que "os trabalhadores estão muito indignados (melhor fora que não estivessem) mas têm muito a perder".

   Também sou dos que acham que os cortes de subsídios em 2012 e 2013 só a funcionários públicos e pensionistas é injusta, e tem como pano de fundo uma mera questão de semântica: Redução de despesas vs. aumento de impostos, e que deveria ser extensiva a todos aqueles que se encontram na mesma situação, sejam trabalhadores ou reformados, sejam do sector público ou privado. O princípio equitativo da distribuição dos impostos (e o confisco dos subsídios é um imposto encapotado) deveria estar presente em todas as medidas de todos os Governos sobre a matéria, o que não tem acontecido.

   Caso contrário ainda vamos assistir a empresas que não pagam os subsídios, alegando dificuldades financeiras, e ficarem com os mesmos, o que nos parece igualmente injusto.

   Mas o grau de dificuldades que o País atravessa é de tal forma grave que não obstante a obrigação de todos os trabalhadores e pensionistas  manifestarem a sua indignação, o exercício do direito da greve nesta fase da nossa vida colectiva é desajustada. Assim como é desajustado o comportamento de, alguns profissionais que nos seus locais de trabalho começaram já há algum tempo uma prolongada "greve de zelo" alegando, grosso modo, que não ganham para o que fazem.

   Onde?, Quem?:  Professores, Centros de Saude, Repartições de Finanças,  e outros. Quem anda por lá sabe.

   Uma conduta destas vai trazer necessariamente mais coisas a perder quer para quem a pratica quer para os que cumprem na íntegra com as suas obrigações, e que precisavam, claramente, que os Dirigentes Sindicais tivessem uma postura construtiva e não se eternizassem no poder, muitos perante a incapacidade notória de voltarem aos seus postos de origem, dando assim lugar a uma nova fornada de Dirigentes mais novos e com mentes mais arejadas.

   E aí teríamos todos muito a ganhar.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 421

       

Estado de Alma: A Perder
Livro: 2012 - Cenários Para o Fim do Mundo
publicado por Lanzas às 09:37

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Novembro de 2011

O EURO DE 2012 E A MÁ SINA DOS SELECCIONADORES

   Portugal está na fase fina do Euro 2012. Parabéns para todos. Jogadores, Dirigentes e Treinadores, com especial destaque para Paulo Bento.  
   Quero no entanto, nesta fase de euforia, expressar a discordância relativamente á forma dita “musculada” como a que Paulo Bento tem por hábito utilizar com os jogadores que comanda e os conflitos que inevitavelmente daí advém.  

   Pelo que se tem observado, trata-se manifestamente de um complexo de inferioridade, em relação a jogadores do seu tempo de atleta, já que os mais novos têm obviamente uma maior facilidade em o aceitar como líder natural. 
   Mas mais do que o relacionamento directo com os jogadores, choca a forma como nas entrevistas crucifica quem não está de acordo com ele. Lembremo-nos do caso de Ricardo Carvalho em que lhe chamou traidor. Por muito que este atleta tenha tido um comportamento difícil de aceitar num profissional do seu gabarito, traidor utiliza-se normalmente para caracterizar um comportamento de deserção ou similar em tempo de guerra, ou em actos de espionagem ou de sabotagem contra o País. Estamos naturalmente longe disso, porque do que se trata é só e apenas de Futebol, nada mais do que isso.

   Ontem Paulo Bento teve  mais uma manifestação de infelicidade, o que nele tal como a “tranquilidade” é um hábito ao afirmar displicentemente que Ricardo Carvalho e Bosingwa “podem sim ir ao Euro, mas como espectadores”.

   É feio. E não dignifica o cargo de Seleccionador de Portugal. Bastava tâo só ter ficado calado.

   Tal como o comportamento de Carlos Queirós, quando falou na "merda" e nos "polvos", e de  Scolari quando andou ao murro com um jogador adversário.

   É a sina de Portugal. Má sina por acaso.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 420

Estado de Alma: A ver navios
Livro: 100 Regras Para a Vida
publicado por Lanzas às 15:57

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Novembro de 2011

AS NUVENS DO CAMPEONATO DO MUNDO DE FUTEBOL 2022 NO QATAR

   O Qatar fez uma  forte aposta para ser escolhido como País organizador do Campeonato do Mundo de Futebol de 2022. Há quem diga até que foram utilizados métodos menos claros para conseguir tal desiderato, o qual será realizado no Verão desse ano, época em que as temperaturas chegam ali a atingir os 50 graus centígrados ou mais.

   Para procurar minimizar os efeitos dessas altas temperaturas, cientistas estão a estudar a possibilidade de serem criadas nuvens artificiais, movidas por energia solar através de controlo remoto, por forma a proteger os estádios durante a competição.

   “Preocupada?” com o extremo rigor do calor verificado naquele País durante a época normal de realização do Campeonato, a FIFA chegou a equacionar mudar a competição para o Inverno (Janeiro), mas acabou por confirmar a sua realização durante o Verão. 

   Claro que o Qatar tem o direito de gastar o dinheiro que jorra do seu subsolo na razão de mais de um milhão de barris de petróleo por dia, da forma que entender.

   Claro que a FIFA na defesa dos seus interesses, (alguns pouco  claros), tem o direito de escolher o País que entender para organizar as suas provas.

   Mas o bom senso deveria impedir coisas estapafúrdias, como é esta de organizar um Campeonato de Futebol em pleno Verão no Golfo Pérsico.

   Porque há um limite para tudo. Como tudo na vida.

   E os governantes do Qatar não se deveriam esquecer do provérbio árabe que diz: 

   Andava no deserto à procura de água. Encontrei petróleo e morri!

 

{#emotions_dlg.chat}Post 419

Estado de Alma: A Assar
Livro: Tuaregue
publicado por Lanzas às 20:27

link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Novembro de 2011

Os "InconTenentes" ...

... ESTÃO DE VOLTA !

 

 

 

{#emotions_dlg.chat}Post 418                                   (OS MANOS XXXVI)

 

Estado de Alma: Tranquilo
Livro: Tem Calma Boris
publicado por Lanzas às 10:07

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Novembro de 2011

E O TININHO MEUS SENHORES ?

   Temos assistido nos media a um tratamento "português suave" relativamente às opiniões manifestadas por dois ilustres representantes da revolução do 25 de Abril.

   Otelo Saraiva de Carvalho e Vasco Gonçalves de seus nomes, têm obviamente o direito de dizer tudo o que pensam, até porque colaboraram intensamente para isso acontecesse com todos os portugueses, devido à sua participação no derrube do Governo do Estado Novo o qual se tinha algo de abominável, e tinha muitas coisas, uma delas era o facto de as pessoas não se poderem manifestar livremente.

   Sobre isso estamos conversados e agradecidos.

   Agora anunciar que "a revolução, ou a convulsão social, vem aí" ou que "os militares devem planear uma operação militar e derrubar o Governo, se forem ultrapassados certos limites"; limites esses que obviamente serão determinados pelo senhor "General", parece à luz da democracia excessivo e fora de contexto.

   É verdade que quem teve uma vez o poder raramente gosta de ficar longe dele, mas estas vozes que por si só não valem mais do que valem quem as expressou encerram um perigo.

   O de minorias de  ideologias e interesses vários julgarem ver naqueles senhores um, ou mais, caudilhos e quererem cavalgar alguma onda de descontentamento, na esperança que venham a ser por eles apoiados, o que a acontecer não seria mais do  o "vento soão ... atira aos desesperados a corda com que se enforcam na trave de algum desvão ...", conforme  José Régio dixit.

   Há uma frase que define bem as posições assumidas. Uma mãe faz muita falta, mas o tininho ... !

 

{#emotions_dlg.chat}Post 417

Estado de Alma: A ouvir gritar
Livro: Gritos do Passado
publicado por Lanzas às 18:47

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags