Segunda-feira, 14 de Junho de 2010

FORMALMENTE INFORMAL

   Estamos no final de mais uma Telenovela da política portuguesa. A comissão de inquérito ao negócio PT/TVI apresentou o Relatório Preliminar das  Conclusões que vai ser oportunamente votado, as quais são em resumo as seguintes:

1 - Formalmente - Não conseguiu provar que o PM mentiu.

2 - Informalmente - O PM não disse tudo o que sabia, pois informalmente sabia do negócio.

 

   Estranho? Nem por isso. Apenas mais um informal caso da formal política portuguesa.

 

   Quando uma afirmação absolutamente informal dita à saída de um formal debate parlamentar se transforma num formal dogma do Governo, e tem ajudado arrasar a informal credibilidade de quem nos governa, estamos conversados.

 

   Qualquer outra pessoa teria corrigido o tiro e dito, em tempo, que conhecia informalmente o assunto, e que formalmente não tinha dado quaisquer instruções para a efectivação do negócio.

 

   Nessas circunstâncias, com maior ou menor agitação, o assunto teria entrado de forma informal em coma e, formalmente, morrido de morte natural.

 

   Porém admitir que não se dissera o que se devia ter dito seria uma calamidade. Daí ter que se aguentar firme contra ventos e marés, arregimentando quem fosse preciso e obrigando um punhado de Deputados e outras figuras públicas a fazerem figuras tristes. E tudo isto por uma causa verdadeiramente menor: A de que não se conhecia aquilo que era impossível não conhecer.

 

   Existe, porém, no seio dos Povos aquilo a que se chama "senso comum". E assim, mesmo que todas as Comissões deste Mundo dissessem nas suas conclusões que "não sabia", para a popularis vox o veredicto é implacável:  "SABIA".

 

   Por uma razão simples é que não podia deixar de saber. E por manifesta inabilidade política vai ficar colado a mais uma caso. A juntar a outros casos, casas e acasos, que inevitavelmente terminarão em OCASO.

 

   Que já se desenha.  

Estado de Alma: Informal
Livro: O Outono do Patriarca
publicado por Lanzas às 08:30

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags