Sexta-feira, 15 de Outubro de 2010

SCUTS com TODOS

   Há doze anos atrás (1988) um dos políticos iluminados  da nossa praça (João Cravinho) criou com sucesso, para o Partido Socialista do então Primeiro Ministro António Guterres, o conceito das SCUTS, traduzido num embuste para os portugueses em tudo semelhante ao que a D.Branca havia criado anos antes.

   O conceito à semelhança do que sucedeu até hoje com todas as burlas célebres era um verdadeiro "ovo de colombo" , em que todos ganhavam.

   Ganhava em primeiro lugar o Governo que sem gastar dinheiro na altura (alguém haveria de pagar mais tarde como se está a ver) fazia obra para apresentar quando das eleições. Genial.

   Ganhavam as Concessionárias, que entravam num negócio com lucros garantidos, pois o Governo assegurava-lhes o pagamento mínimo de portagens para o efeito, mesmo que não passassem por lá carros. E nalguns casos passam muito poucos. De mestre.

   Ganhavam os Bancos que por via do acordo das Concessionárias com o Governo tinham garantidos o retorno dos seus financiamentos e respectivos juros. O chamado "filet mignon".

   Parecia que ganhava o Zé Povinho, que por não pagar as portagens na altura em que passava nas SCUT, julgava que aquilo era de borla. Ora como se sabe não há almoços grátis.

   O resultado está à vista. Começamos hoje a pagar porque a manjedoura do Orçamento começa a estar vazia. Se não estiver já.

   E o mesmo Partido Socialista que implementou o conceito e dele tirou dividendos, e chorudos (mais de 12 anos em 15 no Governo), comporta-se agora como se estivesse a corrigir um erro crasso cometido por um qualquer Partido da oposição.

   Os estrategas da altura, esses,  já não estão por cá. Estão a viver dos resultados da sua imaginação em lugares dourados, algures pelo Mundo.

   E os  suplentes chamados a jogo (José Sócrates, e um senhor que é Ministro das Obras Públicas de que ninguém sabe o nome) revelaram-se sem classe para jogar no primeiro "time", pois ainda são piores que os antigos titulares, que já não eram grande coisa. 

   O esse descobriu hoje, quando começa a entrar de serviço, que foi enganado.

   Como sempre tarde de mais.

  

Estado de Alma: Embarretado
Livro: A Ruína
publicado por Lanzas às 16:41

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags