Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2011

DEPUTADOS ? - NEM MENOS UM!

   Nos idos de 74, quando a política era motivo de animadas tertúlias ou tema de conversa acesa entre amigos e no seio das famílias, convivi de muito perto com uma, para mim, ilustre personagem que quando questionada sobre se era da opinião que acabava de ser expressa, respondia invariavelmente, do alto do seu estatuto de ancião vivido e experimentado da vida: "Sou dessa opinião, ou da contrária se preciso for".

   Embora me lembre da pessoa em questão todos os dias, agora que já não está presente, a sua frase característica veio-me à lembrança depois da entrevista do Ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, em que advogava à semelhança da esmagadora maioria dos portugueses a redução do número de Deputados à Assembleia da Republica, e a resposta agreste, feita com cara de poucos amigos do líder do Grupo Parlamentar do mesmo partido, Francisco Assis, o qual de forma vigorosa, peremptória, zangada, agressiva e sem margem para dúvidas veio recolocar o Ministro no seus devido lugar :        

   Nem menos um Deputado.

   Não, não era o líder de algum Grupo Parlamentar que se sentisse eventualmente ameaçado com a redução do numero de Deputados. Era o "representante legal" do Primeiro Ministro, o homem que com este concertou que a PT não pagaria impostos pela distribuição antecipada de dividendos, que veio colocar em sentido para além do Ministro, todos aqueles que entendem que quantos mais são menos fazem os senhores Deputados. E grande parte deles não fazem mesmo nada.

   Por outro lado, a posição de Francisco Assis é uma característica de marca do actual PS. Se for preciso baixar o numero de Deputados por imposição seja da Senhora Merkel, do FMI, ou dos "mercados", aí temos a opinião de Jorge Lacão a fazer vigorar essa tese. Se o País for para campanha eleitoral em breve aí temos o radicalismo de Francisco Assis à procura de rapar uns votos à esquerda.

   Em resumo, também o PS "é dessa opinião, ou da contrária se preciso for".

   Quem diria, mais de 35 anos depois, que tal frase seria tão adequada às circunstâncias.

 

Post 223

 

Estado de Alma: Ao contrário
Livro: Novelas Exemplares
publicado por Lanzas às 11:58

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags