Sábado, 19 de Fevereiro de 2011

"DE CABEÇA A RABO"

   Como sempre sucede em Portugal com as declarações dos nossos governantes, tudo corre sobre rodas no que diz respeito aos financiamentos externos e ao andamento da nossa economia. A última declaração conhecida sobre a matéria, a do Secretário de Estado do Tesouro e das Finanças, é elucidativa: "a procura foi mais uma vez elevada e bem distribuída, mantendo-se uma expressiva presença de investidores internacionais", acrescentando "os actuais níveis de taxas de juro mostram contudo que a solução para a crise de confiança não passa apenas por Portugal e que a solução Europeia é fundamental”, e rematou com esta declaração digna de uma estocada “de cabeça a rabo”, como se diz na gíria tauromáquica:

 

      ”Portugal está e continuará a fazer o seu trabalho. A Europa tem ficado aquém”.

   Por comparação e reportando-nos ao tempo em que se comprava na mercearia com a utilização do velho rol onde eram apontadas as compras a fiado, actualmente é mais sofisticado através dos cartões de crédito mas o princípio é o mesmo, é como se o merceeiro nos suspendesse a venda de produtos nessas condições e viéssemos para a rua gritar que malandro queria matar a nossa família à fome.

   Não, Portugal não fez o seu trabalho. Hipotecou-se para efectuar obras de fachada não reprodutivas para proporcionar lucros fabulosos à Banca e a algumas Empresas do Sector da Construção Civil, e para servir de propaganda eleitoral. Só faltou o Primeiro Ministro inaugurar o fontanário da minha aldeia. Ou será que inaugurou?

   Agravou a sua situação porque não seguiu uma linha coerente de impostos e de ordenados da função pública, utilizando-os unicamente numa lógica de calendário eleitoral.

   E continua a fazer disparates ao impor obras sem sentido, de que o TGV – Poceirão/Caia é só um exemplo, mantendo uma constante propaganda eleitoralista, como se viu ainda hoje através de José Sócrates: "Nós já temos os números que dizem respeito à execução orçamental de Janeiro e esses números são muito bons”.

   Melhor fora, se com os impostos nos valores mais altos de sempre, com os cortes salariais da função pública, e com os cortes significativos nos apoios sociais de toda a ordem, a execução orçamental não fosse boa.

   Mas fica por saber, e a seu tempo se saberá, quais as engenharias financeiras que foram feitas para atingir estes valores, matéria na qual este governo é exímio conforme se comprova com o verificado no ano 2010 durante o qual o Estado dos 466 imóveis vendidos, mais de metade foram comprados pelo próprio Estado, através da Estamo, que é uma empresa pública a qual comprou mais de 300 edifícios e terrenos públicos, através dos quais o Estado encaixou cerca de 290 milhões de euros, ou seja cerca de 80% do total, permitindo-lhe  com isso diminuir o défice em 0,2 por cento, na sua cruzada para cumprir com o objectivo dos 7,3 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) a que o Fundo de Pensões da PT veio dar o toque de cereja no topo do bolo, para se poder afirmar aos sete ventos que fizemos ainda melhor do que estava previsto.

E um pouco de vergonha meus senhores?

 

Post 238

Estado de Alma: Forcado
Livro: O Milagre Segundo Salomé
publicado por Lanzas às 15:00

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags