Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011

O JORNAL EXPRESSO - 1999

   O Jornal Expresso publicou no passado sábado o seu número 1999, preparando-se para entrar num nono milénio de publicações. É significativo, por várias razões, até porque tendo começado a publicar-se durante o anterior regime durante o qual digamos que foi vigiado de perto pelos poderes instituídos, ultrapassou a revolução dos cravos, e soube ultrapassar outras revoluções menos floridas e mais mal cheirosas.

   A qualidade dos jornalistas, dos colaboradores e dos colunistas, bem como dos seus Directores ajudaram a marcar a diferença. O nível intelectual de figuras de prestígio como Pinto Balsemão, Marcelo Rebelo de Sousa, Augusto de Carvalho e José António Saraiva, sem menosprezo para os restantes, ajudaram a consolidar um projecto.

   Pela nossa parte somos leitores do Jornal Expresso desde o seu primeiro número. É obra.

   Salvo pontuais períodos de ausência do País ou quando estacionado em locais em que o mesmo não estava disponível, só por uma vez neste longo período tempo fizemos uma paragem de protesto na compra do semanário.

   Foi quando na véspera de eleições legislativas o Expresso apresentou na primeira página a ocupar talvez metade da mesma o previsível futuro Primeiro-ministro, acompanhado de pequenas fotos dos lideres dos pequenos partidos, e só na terceira página aparecia, ainda mais pequena, a foto do líder do futuro maior partido da oposição.

   Entendi, eu e muito mais pessoas, que sendo legitimo o Expresso tomar posição o deveria fazer como sempre fez, de forma clara e peito aberto e não de forma subliminar, como apareceu aquele número do Jornal.

   Foram três meses de suspensão sabática. Depois, como bom filho, a casa tornámos.

   Tudo o que atrás escrevemos tem a ver com o facto de termos sido surpreendidos esta semana com a despedida de vários colunistas, como aliás já vinha sucedendo a algumas semanas, prenúncio de grandes mudanças, mas que neste número do Jornal se tornaram mais evidentes. E em todas as despedidas de nota para além da natural tristeza da hora da partida, uma certa amargura pela forma como se dá essa partida.

   Nomes como Inês Pedrosa, Ruben de Carvalho, João Duque, António Almeida e José Manuel dos Santos deixam de colaborar com mensagens que reflectem um estado de espírito critico(?) perante a nova Direcção. Em todos os casos houve uma palavra de agradecimento para quem os convidou, mas nem uma palavra de felicidades para o Novo Director Ricardo Costa. Significativo.

   Esperemos que Ricardo Costa não faça como Artur Jorge quando chegou a treinador do Benfica e dispensou 17 ou 18 jogadores comprou 15 ou 16 novos e lançou o clube, que tinha sido campeão na época anterior, numa crise que levou mais de quinze anos a superar e com isso ajudou um clube rival a atingir resultados na altura difíceis de imaginar.

   Que no Expresso os vindouros tenham pelo menos a mesma qualidade dos que partiram, e que tragam alguma mais-valia, são os votos sinceros de um leitor atento.

   Estarão sob escrutínio atento, tal como Ricardo Costa.

   Até breve.

Estado de Alma: Expressado
Livro: O General no seu Labirinto
publicado por Lanzas às 12:07

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags