Quarta-feira, 6 de Abril de 2011

ALENQUER E OS ANIVERSÁRIOS

   O Presidente da Câmara Municipal de Alenquer determinou por despacho  de 31 de Dezembro último que os funcionários passem a ter dispensa do serviço no dia do seu aniversário.

   Para além da total falta de respeito que aquela medida representa para quem está desempregado, o despacho, só por si, é digno de antologia.

   Ei-lo em todo o seu esplendor: "Considerando que o dia de aniversário é sempre uma data importante da vida de cada um de nós e, à semelhança de procedimento idêntico adoptado em diversas entidades da administração central e local, determino que seja concedida dispensa do serviço a todos os trabalhadores municipais no dia do seu aniversário natalício".

   Sabe-se o que representam despachos deste teor em pequenas localidades. Por um lado servem para aliciar votos para as próximas eleições locais. Por outro procuram esconder as próprias limitações de quem tem de gerir e motivar funcionários sem que tenha de acenar-lhe com concessões sem sentido.(porque não se pretende ofender quem quer que seja, e face aos comentários recebidos decidimos alterar a frase inicial:  um molho de cenouras )

   É o reconhecimento da mais absoluta incapacidade para liderar um projecto.

   Esta brincadeira, sim porque só de brincadeira se pode tratar, representa menos 700 dias de trabalho anuais, ou seja cerca de 5.000 horas não trabalhadas e pagas por todos nós, sim por todos nós e não só pelos munícipes de Alenquer, sem qualquer justificação.

   Para a próxima vez em que, e segundo as palavras do edil alenquerense, Jorge Riso de seu nome, seja necessário "estimular os nossos trabalhadores, numa altura em que têm sido penalizados por cortes nos seus rendimentos e medidas de austeridade", sugerimos que torne extensiva a medida agora aprovada, devidamente adaptada, ao dia de aniversário do cônjuge, e caso as medidas de austeridade se agravem, como tudo parece indicar, ainda temos os filhos, o cão o gato e tudo o que mexa lá em casa.

   Há quem diga em Alenquer que a medida agora adoptada é neutra face à produtividade dos destinatários da mesma, mas é demagógica e absolutamente irresponsável numa época de crise social e de desemprego como aquela que atravessamos em Portugal.

   Não haverá maneira de alguém  pôr cobro a desmandos destes? Já alguém ouviu falar em Países como o Japão, a Alemanha  os Estados Unidos da América e tantos outros em que o numero de dias trabalhados por ano, e estou a falar de trabalho não estou a falar de presença no emprego, estão muito para além dos trabalhados em Portugal?

   Não estamos a falar da China da Índia ou do Paquistão, estamos a falar de Países onde se respeitam os direitos e a dignidade dos trabalhadores.

   Medidas como a que foi agora tomada em Alenquer são um contributo sério para ajudar Portugal a afundar-se.

   E poucos de nós sabem nadar.

 

Post 290

Estado de Alma: Aniversariante
Livro: O Economista Disfraçado
publicado por Lanzas às 09:29

link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De margarida a 6 de Abril de 2011 às 09:47
"Acenar com um molho de cenouras"? São todos burros?
De Lanzas a 6 de Abril de 2011 às 11:36
Porque não se pretende ofender quem quer que seja, alterei a frase que poderia ser considerada pejorativa . Obrigado pelo comentário.
De Alenquerense a 6 de Abril de 2011 às 10:02
Como Alenquerense que sou, já tinha ouvido falar nesta medida, qual a qual também discordo em absoluto (se calhar porque não sou funcionária da Câmara) e ao que parece, a medida tem ainda outros contornos: quem fizer anos ao fim de semana, goza na segunda feira imediatamente a seguir, ou seja, fim de semana prolongado...
Agora, em relação à expressão utilizada "acenar com um molho de cenouras" parece-me exagerado e ofensivo, até porque grande parte dos "visados" não concordam com a medida em questão.
De Lanzas a 6 de Abril de 2011 às 11:38
Como já referi na resposta ao comentário anterior alteramos a frase que poderia ser considerada pejorativa.
Obrigado pela sua reflexão.

Comentar post

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

JE SUIS CHARLIE

QUANDO NÃO ERA FIXE FALAR...

Marcelo, Santana e o Cand...

Marcelo, Passos e o Candi...

DIREITOS DOS ANIMAIS ...

O ORÇAMENTO DO NOSSO DESC...

CLARA FERREIRA ALVES

CHOVE EM LISBOA

A FISCALIZAÇÃO SUCESSIVA ...

SUPONHAMOS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags