Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE ALMADA

   Ocasionalmente de volta a Almada, deparamos com o Certame de "Mostra de Actividades e Ateliers " promovido pela  Santa Casa da Misericórdia de Almada.

 

   Faz bem à alma encontrarmos gente disponível para ajudar e apoiar quem precisa mais do que nós. Daí esta nossa homenagem.

 

   Numa fase em que o País atravessa uma profunda crise económica e financeira, mas também moral, são Instituições como esta que ainda nos fazem acreditar que haverá saída.

 

   Neste caso concreto, "A fundação da Santa Casa da Misericórdia de Almada, em Maio de 1555,  insere-se no contexto da criação das Misericórdias portuguesas pela Rainha D.Leonor, sob o patrocínio de frei Miguel Contreiras e na sua consequente proliferação pelo reino durante a primeira metade do século XVI", ... "no cumprimento das obras corporais, os irmão visitavam os doentes no hospital da vila e iam a casa dos «pobres envergonhados»..."(citação retirada de: Misericórdia de Almada: Das Origens à Restauração, Almada, SCMA, 2005 de Flores A.; Costa P.).

 

   É triste verificar que quase cinco séculos depois nada se alterou e continuam necessárias Instituições Privadas que se sobrepõem ao Estado no objectivo de minorar o sofrimento dos que caíram em situações insustentáveis.

  

  São portanto os  que merecem ser realçados, quer pela obra feita por esta Instituição, quer pela certeza que nos dá  que enquanto perdurar, os mais necessitados terão sempre um farol de esperança à sua vista.

 

   Bem hajam.

Estado de Alma: Esperançado
Livro: As Esquinas do Tempo
publicado por Lanzas às 11:47

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Junho de 2010

FORMALMENTE INFORMAL

   Estamos no final de mais uma Telenovela da política portuguesa. A comissão de inquérito ao negócio PT/TVI apresentou o Relatório Preliminar das  Conclusões que vai ser oportunamente votado, as quais são em resumo as seguintes:

1 - Formalmente - Não conseguiu provar que o PM mentiu.

2 - Informalmente - O PM não disse tudo o que sabia, pois informalmente sabia do negócio.

 

   Estranho? Nem por isso. Apenas mais um informal caso da formal política portuguesa.

 

   Quando uma afirmação absolutamente informal dita à saída de um formal debate parlamentar se transforma num formal dogma do Governo, e tem ajudado arrasar a informal credibilidade de quem nos governa, estamos conversados.

 

   Qualquer outra pessoa teria corrigido o tiro e dito, em tempo, que conhecia informalmente o assunto, e que formalmente não tinha dado quaisquer instruções para a efectivação do negócio.

 

   Nessas circunstâncias, com maior ou menor agitação, o assunto teria entrado de forma informal em coma e, formalmente, morrido de morte natural.

 

   Porém admitir que não se dissera o que se devia ter dito seria uma calamidade. Daí ter que se aguentar firme contra ventos e marés, arregimentando quem fosse preciso e obrigando um punhado de Deputados e outras figuras públicas a fazerem figuras tristes. E tudo isto por uma causa verdadeiramente menor: A de que não se conhecia aquilo que era impossível não conhecer.

 

   Existe, porém, no seio dos Povos aquilo a que se chama "senso comum". E assim, mesmo que todas as Comissões deste Mundo dissessem nas suas conclusões que "não sabia", para a popularis vox o veredicto é implacável:  "SABIA".

 

   Por uma razão simples é que não podia deixar de saber. E por manifesta inabilidade política vai ficar colado a mais uma caso. A juntar a outros casos, casas e acasos, que inevitavelmente terminarão em OCASO.

 

   Que já se desenha.  

Estado de Alma: Informal
Livro: O Outono do Patriarca
publicado por Lanzas às 08:30

link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Junho de 2010

BOM DIA SANTO ANTÓNIO

 

   Santo António nasceu em Lisboa, existindo dúvidas quanto ao ano. 1191 ou 1195 são as datas apontadas. Morre no dia 13 de Junho de 1231, nas vizinhanças de Pádua. Por isso, é chamado Santo António de Lisboa e Santo António de Pádua, proclamado pelo Papa Leão XIII, e um dos santos mais populares da Igreja.

 

    Em Maio de 1221 participou, em Assis, no Capítulo das Esteiras, uma famosa reunião de cinco mil frades, onde conheceu o fundador da Ordem, São Francisco de Assis. Terminado o Capítulo, retira-se para o eremitério de Monte Paolo, junto dos Apeninos, para trabalhar e estudar. 

 

   Em 1228 participou, igualmente em Assis, no Capítulo Geral da Ordem, que o envia a Roma para tratar com o Papa de algumas questões pendentes. Prega diante dos Cardeais e do Papa Gregório IX que admirado com os seus conhecimentos das Escrituras o apelida de "Arca do Testamento". 

 

 

     Em 1229 começa a redigir os "Sermões", e em 1231 prega em Pádua a conhecida Quaresma o que faz que a sua popularidade não tenha limites. Porém na tarde de 13 de Junho, Frei António morre às portas da cidade de Pádua. As suas últimas palavras são: "Estou vendo o meu Senhor ". 

 

    A repercussão da sua morte e os milagres atribuídos eram de tal monta que em 1232, apenas onze meses após sua morte, foi canonizado pelo Papa Gregório IX. 

 

  Os seus restos mortais encontram-se depositados na Basílica de Santo António, em Pádua.

 

   Em 1934 Santo António foi declarado Padroeiro de Portugal, e em 1946,  o Papa  Pio XII proclamou-o “Doutor da Igreja”.

 

(Na Foto Escultura em madeira de João Lima)

 

Estado de Alma: Padroeiro
Livro: Vida de Francisco de Assis
publicado por Lanzas às 09:20

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

BARRETES VERDES

NATAL 2011

ADERÊNCIA TOTAL

A CRISE SEMPRE SERVE PARA...

AMY WINEHOUSE

DIA DO PAI

DIA DOS NAMORADOS

FELIZ NATAL

ALDEIA GAVINHA - ALENQUER

LISBOA CIDADE DE AMOR

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags