Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2012

BARRETES VERDES

 
 
{#emotions_dlg.chat}Post 455
Estado de Alma: No Carnaval
Livro: Gatos e Mais Gatos
publicado por Lanzas às 12:07

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011

NATAL 2011

 

 

{#emotions_dlg.chat}Post 439

Estado de Alma: Com Espirito Natalicío
Livro: As Mil e Uma Noites
publicado por Lanzas às 09:37

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Novembro de 2011

ADERÊNCIA TOTAL

 

 
{#emotions_dlg.chat}Post 423
Estado de Alma: Caprichoso
Livro: Capricho 43
publicado por Lanzas às 09:07

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 28 de Setembro de 2011

A CRISE SEMPRE SERVE PARA ALGUMA COISA

   Afinal, sabe-se agora, a crise económica e financeira que o mundo em geral atravessa apresenta algumas vantagens que não são despiciendas.

   Todos conhecemos muitos casos de crianças de seis, sete anos que jantavam às 10/onze horas da noite e faziam os chamados TPC (trabalhos de casa), literalmente a dormitar em cima dos livros ou dos cadernos, depois de dias que eram autenticas maratonas.

   Depois de se levantarem em muitas situações antes das sete da manhã para serem transportados para a escola, pelos pais, familiares ou pelos transportes escolares, onde cumpriam o horário normal de escolaridade, iniciavam ao fim da tarde correrias incessantes destinadas a cumprir horários de disciplinas extra que não lembravam ao Diabo. Ginástica, ballet, judo, musica, artes plásticas e mais um infindável rol de actividades "didácticas" que lhes consumiam o resto da energia, torravam uma parte do orçamento familiar e não davam espaço para as suas indispensáveis, e saudáveis, brincadeiras.

   Mas não havia nada a fazer. A Micas, a Mitó, o Paulinho o Afonso, e todos os outros betinhos da escola e da vizinhança andavam nessas andanças e  portanto os nossos não podiam ficar trás se não deixavam de estar no grupo dos eleitos.

   E aos fins de semana a actividade não era menor. A equitação, o ténis, o basquetebol ou a escolinha de futebol, sim porque o rapaz tem jeito, e pode ser um futuro Cristiano, também não davam descanso.

   Os pais "ganharem" uma ou duas horas a brincarem com os filhos? Como se não havia tempo para nada

   Afinal a crise veio colocar um travão nesta falta de bom senso, mascarada com " o que havemos de fazer? É um sacrifício, mas é para bem dos nossos filhos"

   Costuma dizer-se que o homem põe mas as circunstâncias, ou a natureza  segundo uns e Deus segundo outros, dispõem.

   E os pais a quem o aperto do cinto obriga a restringir, e em alguns dos casos eliminar completamente, as actividades extra curriculares dos rebentos acabam descobrindo, actividades e brincadeiras com as quais nem sonhavam e que podem tornar as suas crianças, e eles próprios, mais felizes.

   Estudos recentes nos EUA revelam que crianças que passam pelo menos uma hora por dia a brincar com os pais são menos sujeitas stress e mostram ser mais felizes.

   Se realmente assim for, a crise sempre serviu para alguma coisa.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 392

Estado de Alma: A brincar
Livro: A Arte de Amar
publicado por Lanzas às 09:17

link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Julho de 2011

AMY WINEHOUSE

   Muito raramente nos referimos neste espaço a um acontecimento relacionado com a morte. Temos como princípio que é em vida que se deve elogiar e criticar aqueles que merecem o nosso tempo e espaço para o fazermos.

   Nesses momentos penso deveria existir um sentimento de contenção, normalmente em relação "às qualidades morais e humanas" de quem parte, os quais se muitas vezes sentidos não raro fazem suspeitar de obrigação moral em relação a quem quando viva não mereceu, por aí além, o respeito merecido.

   Se abrimos esta rara excepção é para falar de uma jovem a quem o talento deu quase tudo aquilo que a vida pode dar, e a solidão retirou o mais importante: A própria vida.

   Mais uma vez, como quase sempre acontece nestas situações, os verdadeiros responsáveis, aqueles que se aproveitaram do seu dinheiro e da sua fama e a empurraram deliberadamente para um caminho sem regresso ficam impunes e prontos para partir, quais abutres, em busca de outra vítima.

   "So Far Away" a sua canção favorita foi o"hino" de despedida no seu funeral, e desejamos seja, onde quer que se encontre, "a light that healed a broken heart", pois acreditamos como disse o seu Pai que ela está agora "num sítio melhor e mais feliz do que foi em vida".

   É pena que alguém que podia ter sido uma farol de esperança e luta para uma juventude carente de valores e referências, tenha partido deixando no ar marcas que esmagam essa mesma juventude.

   Verdadeiramente livre, esperamos empolgue agora aqueles que a rodeiam cantando-lhes "Love is a losing game", numa altura em que só poderá ter sorte.

   A que lhe faltou enquanto esteve entre nós.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 377

Estado de Alma: Desconfortável
Livro: A Dança da Meia-Noite
publicado por Lanzas às 13:07

link do post | comentar | favorito
Sábado, 19 de Março de 2011

DIA DO PAI

 

Post 268

Estado de Alma: Pai
tags: ,
publicado por Lanzas às 09:52

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011

DIA DOS NAMORADOS

 

Post 232 (Os Manos XIX)

Estado de Alma: Enamorado
publicado por Lanzas às 15:00

link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 24 de Dezembro de 2010

FELIZ NATAL

O QUE DESEJAMOS E O QUE ESPERAMOS PARA TODOS NÓS

  

 

Post: 183

Estado de Alma: Prendado
Livro: A Gloriosa Família
publicado por Lanzas às 09:44

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 7 de Dezembro de 2010

ALDEIA GAVINHA - ALENQUER

          Fachada da Igreja de Aldeia Gavinha                                                   Pormenor do altar

               

   Estivemos recentemente em Aldeia Gavinha bonita terra do Concelho de Alenquer, berço natal da Actriz Palmira Bastos, onde se encontra instalada a sua  Casa Museu, para assistir a uma dupla cerimónia religiosa: O baptizado de uma menina linda e simultaneamente o casamento católico dos seus Pais.

   Pena que o senhor Pároco tenha das crianças uma visão de incómodo, que lhe podem dificultar uma cerimónia religiosa. Ao pedir "tirem daqui uma criança como esta que não me deixa concentrar", está a esquecer o que  Mateus lhe ensinou.(E a todos nós).

   Aconselhamos vivamente que faça uma releitura deste Evangelho. Para que a sua Igreja possa crescer.

Post: 171  

Estado de Alma: Triste
Livro: Uma Questão de Fé
publicado por Lanzas às 18:30

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 30 de Novembro de 2010

LISBOA CIDADE DE AMOR

 

Post: 164

Estado de Alma: Observador
Livro: Histórias do Fim da Terra
tags: , ,
publicado por Lanzas às 09:41

link do post | comentar | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

BARRETES VERDES

NATAL 2011

ADERÊNCIA TOTAL

A CRISE SEMPRE SERVE PARA...

AMY WINEHOUSE

DIA DO PAI

DIA DOS NAMORADOS

FELIZ NATAL

ALDEIA GAVINHA - ALENQUER

LISBOA CIDADE DE AMOR

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags