Sábado, 30 de Julho de 2011

VENCIDO SEM GLÓRIA

   Macário Correia teve recentemente uma manifestação de falta de coerência que é verdadeiramente de bradar aos céus. No âmbito da futura portagem na Via do Infante, como aliás nas restantes Scut´s afirmou que "se dava por vencido mas não por convencido", abandonado a luta que de forma bastante contundente vinha travando contra essa medida.

   Ora esta posição revela uma forma errada de  estar na política, sobretudo por parte de um autarca o qual deveria, contra ventos e marés, estar sempre do lado do seus municípes.

   Se fosse o PS que estivesse no Governo Macário Correia, como aliás vinha fazendo até agora, estaria pronto para ir para a rua liderar uma marcha lenta ou um buzinão, esgrimindo argumentos como a asfixia do turismo, a falta de alternativa à Via do Infante, pois a EN 125 é uma verdadeira Avenida e não uma estrada, etc.

   Ao mudar o Governo para o seu Partido, ou seja o PSD, já se podem calar as vozes de protesto e "compreender" que as medidas afinal são mesmo necessárias. Sucede no entanto que aquilo que era verdade ontem não pode ser mentira hoje. Isso só era conhecido no Futebol e pela voz de Pimenta Machado.

   Seria de certo modo compreensível que abandonasse a liderança desta luta e se respaldasse numa posição mais discreta, mas daí a dar-se por vencido, ainda que não convencido não abona nada a favor da sua credibilidade política.

   A coerência é o cimento que solidifica os princípios e as ideias, que por sua vez são os alicerces de qualquer regime.

   Quem a não tem está a mais. Cada vez mais.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 378

  

Estado de Alma: Infante sem Via
Livro: O Poder Local
publicado por Lanzas às 17:37

link do post | comentar | favorito
Domingo, 26 de Junho de 2011

A PROMISCUIDADE ENTRE A TAP E O GOVERNO

   Com a decisão do actual Primeiro-ministro em viajar nos destinos Europa, em classe turística e não em executiva, veio a público a notícia que afinal todos os membros do Governo, do Primeiro-ministro aos secretários de Estado, estão isentos de pagamento das viagens em serviço na TAP.

   Não sabemos quem tornou usual esta prática, se foi o Governo ou a TAP por iniciativa própria, mas sabe-se agora que já vem de longa data, e o facto da TAP não querer explicar o assunto, escudando-se no argumento menor destinado a mentecaptos, de que “A TAP não fala sobre viagens dos seus clientes nem sobre as condições que têm ou não têm” , não indicia nada de bom.

   Não fala, mas deveria explicar, isto porque é o dinheiro dos contribuintes que paga as largas centenas de milhões de euros de prejuízos acumulados por esta Empresa Pública, não sendo portanto esta nem uma questão menor, nem uma questão privada.

   Pode-se em última análise, se não existir uma decisão oficial, um despacho ou qualquer outro documento legal que assim o imponha, falar em gestão danosa, com todas as consequências legais que daí possam advir.

   E era importante que todos os portugueses fossem devidamente esclarecidos quem são os passageiros que viajam na TAP sem pagar. (Não vá eu estar lá incluído e como não sei, não aproveito).

   Senhor Ministro dos Transportes (e de mais uma data de coisas) não se deixe apanhar por interesses instalados como este, que quando se começam a “descascar” normalmente revelam frutos podres.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 362

Estado de Alma: De barrete
Livro: Voando Sobre um Ninho de Cucos
publicado por Lanzas às 10:07

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 13 de Junho de 2011

PORTUGAL ... EM RUINAS (OU ARRUINADO?)

   Em Linhares da Beira aldeia histórica do concelho de Celorico da Beira, uma das mais belas vilas históricas de Portugal, é deprimente o aspecto que apresenta o Parque Infantil da terra, paredes meias com o Castelo e a Igreja Matriz, a sala de recepção de quem a visita.

   Não há dinheiro gasto em promoção turistica que valha a este desleixo. Pobre País que tão maus filhos tens.

 

{#emotions_dlg.chat}Post 349

 

Estado de Alma: Envergonhado
Livro: Crónicas Inocentes
publicado por Lanzas às 21:07

link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

DESTAQUE NO SAPO FOTOS

 

   Esta fotografia foi colocada ontem em destaque no Sapo Fotos.

   Publicada no dia 2 deste mês,  no blogue RUIVAERUIVOS,  insere-se num conjunto de imagens agrupadas no album a que chamamos Algures, do universo do nosso blogue, o qual procura servir de elo de ligação entre as fotografias nele publicadas, as quais por sua vez tendem a ser um ponto de partida para observar o nosso País e o mundo. 

   Estamos abertos à colaboração de quem nos quiser acompanhar nessa viagem, quer através de fotos que mereçam ser publicados, quer através de textos com elas relacionados.

    Obrigado.

Estado de Alma: Disco voador
tags: ,
publicado por Lanzas às 13:00

link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Outubro de 2010

IMAGEM DA CAPELA DE NOSSA SENHORA DA LAPA

http://lanzas.blogs.sapo.pt/37333.html

 

Post 144

 

Estado de Alma: Peregrino
Livro: Uma Viagem Espiritual
publicado por Lanzas às 15:42

link do post | comentar | favorito

NOSSA SENHORA DA LAPA

      Na serra da Lapa, algures entre Aguiar da Beira e Sernacelhe, situa-se a Aldeia da Lapa a qual conserva detalhes da sua primitiva traça medieval, e onde se alberga um dos mais antigos santuários portugueses, que continua a atrair peregrinos vindos de todo o Pais e do estrangeiro, cujo culto a lenda renete para meados do ano de 982, época em que se verificaram várias investidas mouriscas.

   Reza essa lenda que algumas das religiosas que conseguiram fugir às perseguições de que foram alvo,  abrigaram-se numa gruta (ou lapa), onde guardaram a imagem de Nossa Senhora que levavam consigo.

   Ao longo de mais de  500 anos a imagem manteve-se escondida, até que em 1498, uma jovem pastora, chamada Joana, ao pastorear as ovelhas pelos arredores da gruta,  a encontrou, o que levou a que tivesse sido construída ao lado desta uma pequena ermida.

    Entregue em 1576 à Companhia de Jesus, a vocação missionária dos jesuítas  promoveu a divulgação desta pelo País e pelos sete cantos do Mundo, tendo chegado a ser um dos dois Santuários mais importantes da Península Ibérica, a par de Santiago de Compostela.

   A capela de Nossa Senhora da Lapa construída já no século XVII pelos jesuítas, abriga dentro de si uma curiosa passagem entre rochas “por onde só se consegue esgueirar quem não cometeu pecados graves”.

   Trata-se de um bonito local, bem preservado que merece ser visitado.

 

Post: 143

Estado de Alma: peregrino
Livro: Uma Viagem Espiritual
publicado por Lanzas às 15:25

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Domingo, 10 de Outubro de 2010

PUBLICIDADE AQUI NÃO

      Sabe-se que a publicidade procura através, principalmente, dos efeitos sonoros e visuais captar a atenção dos destinatários, transmitindo simultaneamente uma mensagem subliminar, qual Cavalo de Tróia, destinada a ficar gravada para actuar no momento da decisão: comprar, vender, votar, viajar, etc, sendo por isso mesmo  invasiva dos nossos sentidos.

   Na publicidade exterior, os chamados outdoors são um exemplo vivo do que fica dito, sendo utilizados em larga escala  para destacar marcas, destinos, mensagens, pessoas, partidos e tudo mais que seja considerado necessário promover.

    Sendo nós um povo criativo, nalguns casos até demais (veja-se a criatividade das contas publicas e dos nossos políticos a venderem-nos gato por lebre) é normal que as nossas Agências de Publicidade recebam com regularidade prémios atribuídos quer pela sua criatividade quer pela qualidade intrínseca das suas criações.

   Sucede que no caso em apreço, na nossa opinião, essa criatividade peca por excesso, ao criar um túnel com a imagem de um carro, no final de uma  AE, por onde obrigatóriamente, têm de passar práticamente todos os veículos vindos dessa mesma AE, e que são diáriamente aos milhares.

   Acreditamos que tudo esteja legal. A Concessionário do veículo e a respectiva Agência de Publicidade não iriam instalar ali aquele "machimbombo" se não tivessem sido prévia e devidamente autorizadas, tendo pago para o efeito todas as taxas, licenças, imposto de selo e demais alcavalas devidas.

   A CM Lisboa, por seu lado, não iria autorizar se não estivesse previsto no Regulamento Municipal. Com tantos advogados na Câmara, incluindo vereadores, não iriam pactuar com uma ilegalidade.

   Mas estando tudo legal, como acreditamos, o facto em si ultrapassa o bom senso. Se não se está autorizado a atender uma chamada telefónica urgente no telemóvel porque tal desvia a atenção e pode provocar um acidente, ocorrendo quem o faça em infracção punida por lei, o "carro" ali posicionado o que faz lá se não desviar a atenção de quem conduz numa via, já de si, tão perigosa ?

   Sim porque se não fosse para chamar a atenção não estava lá. E desviando objectivamente a atenção de quem conduz não está a cometer nenhuma infracção ao Código da Estrada ?

   E quando houver um acidente porque alguém se distraiu a "olhar para o boneco" de quem é a responsabilidade? Do D. Pedro, é ?

Estado de Alma: Sentido proíbido
Livro: Esta Cidade
publicado por Lanzas às 14:35

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 26 de Abril de 2010

INÊS MEDEIROS

   Podemos estar descansados. Sabemos de fonte segura que Inês Medeiros não tem intenção de ir morar nos próximos tempos para a Nova Zelandia nem para a Papua, ao contrário do que chegou a circular nos corredores da Assembleia da Republica.

Fotomontagem: João Portalegre

 

   Por agora vai manter a residência em Paris, o que faz com que a "malta" que desconta o IRS e outras alcavalas com sangue, suor e lágrimas só vai "entrar de serviço" com mais de 6.000 € mensais para as viagens da Senhora. Uma ninhariazinha, portanto.

 

   Agora a sério. Que mais valia acrescenta Inês Medeiros ao noso Parlamento para que tenhamos de pagar cerca de 75.000 € por ano, só porque a Senhora mora em Paris. Vá lá confessem que esta situação não tem qualquer nexo, a não ser, ao que se diz, servir para pagar o "favor" de ter sido mandatária  do "camarada" Vital Moreira.

 

   E a prebenda ainda era para ser maior: Deputada do Parlamento Europeu, nem mais nem menos. Pois, Estrasburgo ali tão perto.

 

   Agora uma pergunta  minha Senhora:  Se a votação para a aprovação  do tal relatóriozinho que lhe garante as viagens pagas, só possível graças ao voto (de qualidade?) do companheiro José Lello, tivesse tido outra conclusão, não se demitia?

 

   Se sim, então demita-se na mesma.  Agora por uma questão de princípio.

Estado de Alma: nas nuvens
Livro: Volta ao Mundo em 80 dias
publicado por Lanzas às 12:52

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

EM DESACORDO

Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

posts recentes

VENCIDO SEM GLÓRIA

A PROMISCUIDADE ENTRE A T...

PORTUGAL ... EM RUINAS (O...

DESTAQUE NO SAPO FOTOS

IMAGEM DA CAPELA DE NOSSA...

NOSSA SENHORA DA LAPA

PUBLICIDADE AQUI NÃO

INÊS MEDEIROS

arquivos

Janeiro 2015

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Procurar no blog

 

links

blogs SAPO

subscrever feeds

blogs SAPO

tags

todas as tags